Mauro Cezar: "Pagar R$ 1 milhão para o Rodinei jogar é absurdo" | Central do Fla
Siga nas redes sociais

Finanças

Mauro Cezar: “Pagar R$ 1 milhão para o Rodinei jogar é absurdo”

Contando com a doação de um torcedor , o Internacional optou por pagar a multa de R$ 1 milhão ao Flamengo para poder contar com o lateral Rodinei na partida de ontem no Maracanã e o jogador acabou sendo o personagem em campo, ao não conseguir conter Bruno Henrique na jogada do gol de empate do clube rubro-negro, acertar uma bola no travessão e depois ser expulso, com o uso do VAR, por uma falta em Filipe Luís , logo no início do segundo tempo, o que motivou reclamações por parte do clube colorado.

No podcast Posse de Bola #102 , Mauro Cezar Pereira afirma que foi um erro do Internacional a opção por pagar para contar com o lateral, independentemente da fonte do dinheiro utilizado para o pagamento da multa.

“Rodinei é um capitulo a parte, quem conhece o Rodinei, quem já viu, sabe ele que é um jogador atleticamente privilegiado, muito forte, acho que tem todo o perfil para ser um bom lateral, mas não é um bom lateral, e a maior deficiência dele, ele é muito frágil defensivamente”, diz Mauro Cezar.

“O Inter pagou R$ 1 milhão, ou vai pagar, R$ 1 milhão. Não importa se veio de doação, se fez uma campanha na internet, de onde saiu o dinheiro. R$ 1 milhão para o Rodinei jogar é de uma falta de noção absurda, é isso que o Colorado deveria estar discutindo, mas teve gente que ainda foi lá aplaudir o Rodinei no aeroporto. O gol do Flamengo de empate foi em cima do Rodinei, era óbvio que o Rogério iria colocar o Bruno Henrique em cima do Rodinei”, completa.

Mauro afirma que entenderia caso o clube pagasse a quantia para contar com o zagueiro Victor Cuesta, caso se encaixasse na circunstância do lateral, ou o goleiro Marcelo Lomba, Thiago Galhardo, entre outros, mas não é o caso de Rodinei.

“Se você, por exemplo, tivesse a possibilidade de escalar Victor Cuesta, que estava suspenso, pagando R$ 1 milhão, ok. Se fosse o goleiro Lomba, que vive uma ótima fase, fez defesas importantes na campanha do Inter, ok, se fosse o Thiago Galhardo lá no começo do campeonato, artilheiro da Série A, também entenderia pagar uma quantia, jogadores importantes, se fosse o Patrick, enfim, você tem aí vários nomes no time do Inter que você fala ‘cara, se pudesse pagar R$ 1 milhão para ter esse cara, eu pagaria’. Agora, o Rodinei não, joga o Heitor”, diz o jornalista.

“O Rodinei é capaz de tudo, chuta bola para a área, bate no Gustavo Henrique e vai no travessão, falha no primeiro gol, estava na cara que a qualquer momento iria falhar, e faz a falta da polêmica”, completa.

Gre-Nal teve falta semelhante sem expulsão com mesmo árbitro

O colunista do UOL cita ainda uma falta de Cortez no Gre-Nal em que o lateral do Grêmio não foi expulso por uma jogada semelhante e que o Internacional reclamou na ocasião, quando o árbitro também era Raphael Claus. Para o jornalista, é questionável a diferença de critérios do árbitro, mas se o Colorado entendia que o jogador do rival deveria ter sido expulso, a reclamação no caso de Rodinei perde sentido.

“Sobre a falta, eu acho curioso o seguinte, houve um jogo do Internacional contra o Grêmio no ano passado, o Raphael Claus era o árbitro, ele não expulsou o Cortez. Falta de critério do árbitro? Sim, falta de critério do Raphael Claus. Podemos discutir isso e devemos discutir isso, afinal, os lances são muito parecidos”, diz Mauro.

“Por outro lado, se você analisar que naquela ocasião muitos colorados, até o Rodrigo Caetano, que era dirigente também se queixou e tal. Reclamaram da não expulsão do Cortez, por que estão revoltados com a expulsão do Rodinei? Porque se você achava que o Cortez tinha que ser expulso naquela ocasião, você tem que entender então que a expulsão é aceitável. Claro que ele poderia ter dado amarelo, é totalmente interpretativo, é evidente que o VAR brasileiro é intervencionista, e ontem não deveria intervir? Eu acho que não”, conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais YouTube Facebook Twitte r).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify Apple Podcasts Google Podcasts Amazon Music Youtube –neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts .

Fonte: Uol

Facebook Comments

Mais em Finanças

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com