Flamengo não dá chance e elimina Instituto de Córdoba na Champions League das Américas | Central do Fla
Siga nas redes sociais

Basquete

Flamengo não dá chance e elimina Instituto de Córdoba na Champions League das Américas

Publicidade

Líder do grupo D e classificado, o Flamengo teve tranquilidade para vencer o Instituto de Córdoba por 80 a 90 na noite desta sexta-feira pela Champions League das Américas. Desde 2018, as equipes se encontraram em seis ocasiões, com cinco vitórias para a equipe carioca. A equipe rubro-negra perdeu apenas o primeiro quarto, do segundo período em diante confirmou o favoritismo. Já são cinco jogos com 100% de aproveitamento.

– Tivemos um trabalho duro na defesa, sobretudo, no segundo tempo. Tivemos muitos contra-ataques claros, mas rodamos bastante e temos uma equipe muito dinâmica. Nosso objetivo é ser campeão – disse o pivô Rafael Hettsheimeir.

Publicidade

Os dois melhores de cada grupo seguem para a próxima fase, portanto, o Minas também se deu bem com a vitória rubro-negra e se classificou. Vale lembrar que o jogo desta sexta-feira contra o Instituto deveria ter sido realizado no Brasil, mas precisou ser adiado por conta dos protocolos sanitários.

Devido à pandemia de Covid-19, a competição está sendo disputada no esquema de bolha. A sede de Córdoba, na Argentina, é a terceira da temporada. Antes, Rio de Janeiro e Belo Horizonte receberam a competição continental.

O jogo

Publicidade

O time da casa começou o jogo com Juan, Santiago, Martin, Pablo e Nestor. Pelo Flamengo, Gustavo De Conti escalou Yago, Luke Martinez, Marquinhos, Olivinha e Rafael Mineiro como quinteto inicial.

No primeiro quarto, o instituto abriu o placar com Santiago Scala, mas Marquinhos igualou em jogo equilibrado. O Flamengo imprimiu uma alta intensidade nos dois lados da quadra, destaque para o ala-pivô Olivinha, que deu converteu lances-livres importantes e ainda deu uma bela enterrada. O Instituto insistiu e conseguiu virar, 20 a 19. Primeira etapa com pontuação alta, o Instituto conseguiu defender bem e forçar mais as jogadas no garrafão, 25 a 24 para os donos da casa.

Publicidade

No segundo período, o Flamengo começou com tudo convertendo uma bola de três. O armador Diego Figueredo deu duas roubadas de bola importantes para o contra-ataque rubro-negro. Léo Demétrio e Chuzito fazem a diferença nas cestas de três. O Instituto se aproxima e alcança 39 a 41. Os donos da casa abusaram nas faltas, e Marquinhos aproveitou os lances-livres. Pedido de tempo da equipe argentina, Flamengo com sete pontos de vantagem. A equipe de Córdoba ainda fez uma cesta antes do cronômetro zerar, 18 a 24. Fim do primeiro tempo com placar de 43 a 48. O ala Marquinhos chegou aos 12 pontos no jogo.

Contrariando as expectativas, a equipe argentina voltou com pouco energia e deixou o Flamengo abrir sete pontos de vantagem. Léo Demétrio anotou mais uma bela bola de três. O técnico Gustavo De Conti conseguiu rodar a equipe e manter o jogo intenso. A equipe brasileira atingiu 13 pontos de vantagem, 14 a 27.

Publicidade

No último período, o Instituto tentou, mas o cansaço bateu. O Flamengo investiu nas jogadas trabalhadas, o técnico Gustavinho pediu para o plantel rodar a bola. Placar final de 90 a 80.

Fonte: GE

Publicidade

Facebook Comments
Siga a Central do Flamengo nas redes sociais e fique por dentro de tudo do Flamengo: FacebookTwitterInstagram

Mais em Basquete

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com