Arnaldo: Campeonato é manchado pelo VAR, espero que não seja pelo STJD | Central do Fla
Siga nas redes sociais

Futebol

Arnaldo: Campeonato é manchado pelo VAR, espero que não seja pelo STJD

O VAR mais uma vez ganhou protagonismo no Campeonato Brasileiro após o uso do vídeo pela arbitragem para a expulsão do lateral Rodinei na vitória do Flamengo por 2 a 1 sobre o Internacional , no Maracanã, que rendeu protestos por parte de jogadores, comissão técnica, dirigentes e torcedores colorados.

No podcast Posse de Bola #102 , Arnaldo Ribeiro afirma que não existe favorecimento a algum time, mas o campeonato está manchado pelo VAR devido a tantas intervenções. Ele torce para que o STJD não tenha o mesmo protagonismo no encerramento da competição devido ao pedido de anulação por parte do Vasco da partida contra o Inter devido à falha no uso do vídeo.

“Acho que não é só essa partida, é o campeonato, e não é a favor de um time, o campeonato é manchado pelo VAR, o Campeonato Brasileiro desse ano. Espero que não seja manchado pelo STJD, tem uma nuvem aí e talvez o campeonato acabe e essa coisa continue no STJD, o que pode ser pior do que as manchas do VAR. O VAR é um desastre no Brasil, muito culpa nossa também, acho a imprensa brasileira se acostumou nos últimos anos a só ver futebol via arbitragem e com o VAR isso foi amplificado”, afirma Arnaldo (no vídeo a partir de 22:40) .

Arnaldo afirma que a análise do VAR deixa de levar em consideração a velocidade e o contexto da jogada, fazendo com que se tenha sempre a impressão de que um lance foi mais grave.

“O VAR, sobretudo no Brasil, ele é uma foto, ele é um close, ele não coloca normalmente o lance na velocidade normal e não entra no contexto do lance, então ele não serve. Porque se você ficar pegando fotos e fotos de entradas por cima, tornozelo torcido, perna quebrada, você sempre vai achar que é para expulsão e não é assim, o jogo não é assim”, diz o jornalista.

“Esse lance do Rodinei é tão curioso, porque ele é um dos primeiros que eu vi em que ele não é o jogador a desarmar o adversário, ele tem a posse de bola. Se você pega só a foto congelada, você fala que o Filipe Luís estava atacando, o Rodinei foi lá e deu um carrinho, não, o Rodinei tinha a bola, ele adiantou, o Filipe Luís conseguiu cortar e aí o Rodinei pegou o tornozelo dele”, conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais YouTube Facebook Twitte r).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify Apple Podcasts Google Podcasts Amazon Music Youtube –neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts .

Fonte: Uol

Facebook Comments

Mais em Futebol

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com