Em sua coletiva depois da vitória por 2 a 0 sobre o Barcelona de Guayaquil, nesta quarta-feira, pela semifinal da Conmebol Libertadores, o técnico do Flamengo, Renato Gaúcho, fez das suas e abusou da ironia para rebater as críticas de que o Rubro-Negro “não sabe jogar” a competição continental.

Confiante, ele ressaltou que a equipe carioca irá “se preparar para levantar mais um título” contra o Palmeiras , daqui a dois meses, no Uruguai.

“O Flamengo não precisa provar nada para ninguém. O Flamengo precisa continuar trabalhando e dando alegria à sua torcida. É a 2ª final que o Flamengo tem de Libertadores em três anos. São 17 jogos invictos. Imagina quando aprender a jogar Libertadores…”, disparou.

“A gente tem que trabalhar, dar moral para o grupo e fazer com que a gente continue dando alegria para a torcida. Estamos em mais uma final e vamos trabalhar, com todo o respeito ao Palmeiras, vamos nos preparar para levantar mais um título”, salientou.

Ao receber uma pergunta sobre as táticas que usa no time da Gávea, Renato ironizou os jornalistas, dizendo que estaria fazendo o trabalho deles se respondesse.

“O mais importante é eu treinar a minha equipe do jeito que eu gosto. É sempre ofensiva, e a gente tem três maneiras de jogar: marcação alta, média e baixa. Dependendo da circunstância da partida, do que o adversário quer e do que o Flamengo precisa”, ressaltou.

“Falar de tática eu falo com meu grupo. Vejo poucos treinadores no Brasil e na Europa que falam da parte tática. Tática é para quem é da imprensa, para eles comentarem. Da parte tática eu tenho que falar com meu grupo, mostrar o jeito que eu quero que o Flamengo jogue e eles assimilarem”, bradou.

“Estamos na semi da Copa do Brasil, na final da Libertadores e bem no Brasileirão com dois jogos a menos. Estou muito tranquilo quanto a isso. Comentaristas têm que comentar e falar da parte tática. O treinador tem que falar com a equipe dele sobre a parte tática. Se eu começar a falar da parte tática em público, vou fazer o trabalho do jornalista. O jornalista é pago para comentar e criticar, e eu sou pago para treinar minha equipe”, seguiu.

“E minha resposta está aí: o Flamengo está em mais uma final de Libertadores”, concluiu.

Na finalíssima da Libertadores, o Fla enfrenta o Palmeiras, que eliminou o Atlético-MG na última terça-feira .

O duelo será no dia 27 de novembro, no Estádio Centenário, em Montevidéu, capital do Uruguai, com transmissão do FOX Sports pela ESPN no Star+.