Atrás de Romário e na frente de Zico, Gabigol será o 19º jogador a marcar 100 gols pelo Flamengo
Siga nas redes sociais

Futebol

Atrás de Romário e na frente de Zico, Gabigol será o 19º jogador a marcar 100 gols pelo Flamengo

Publicado

em

gabigol1

A marca é questão de tempo. Difícil imaginar que Gabigol voltará a seleção brasileira e demorará muito para atingir o centésimo gol com a camisa do Flamengo. Com 97 em 129 partidas, o atacante é um pulverizador de recordes pelo clube. Mas e o gol 100, o colocará em qual condição nesta lista seleta com a camisa rubro-negra? Fomos atrás das respostas .

Gabigol e a comemoração que já foi feita 97 vezes com a camisa do Flamengo — Foto: Pedro Martins / Foto FC

Gabigol e a comemoração que já foi feita 97 vezes com a camisa do Flamengo — Foto: Pedro Martins / Foto FC

Gabriel se tornará somente o 19º jogador nos quase 126 anos de história do clube a atingir o feito . O primeiro, e dono da melhor média, foi Alfredinho , atacante da década de 30. O último, também com números impressionantes, foi Romário , em 1997. Dissecamos as estatísticas com o auxílio do jornalista e pesquisador Emmanuel do Valle, dono do blog Flamengo Alternativo .

Quem precisou de menos jogos até o 100º?

Clube dos 100 por ordem de jogos — Foto: Pesquisa @FlaAlternativo

Clube dos 100 por ordem de jogos — Foto: Pesquisa @FlaAlternativo

O grupo dos 100 conta com lendas não só do Flamengo, mas do futebol brasileiro, como Leônidas da Silva, Zizinho, Evaristo de Macedo, Zico, Bebeto e Romário . Mas há também os pouco lembrados Alfredinho e Nonô , que abriram caminho e são detentores das melhores médias.

– O Alfredinho (Alfredo Willemsens) é um jogador muito pouco conhecido ou lembrado, provavelmente por ter jogado numa fase de transição do Flamengo. Ele atuou entre 1934 e 1937, dentro do maior jejum da história do clube e numa era pós-Rua Paissandu e pré-Gávea. Mas tem uma média de gols espantosa – explica Emmanuel do Valle.

Tradicional plaquinha que fez sucesso em 2019 — Foto: Pedro Martins

Tradicional plaquinha que fez sucesso em 2019 — Foto: Pedro Martins

Em 1936, em vitória por 4 a 2 sobre o Jequiá, Alfredinho chegou ao centésimo gol em somente 96 partidas, superando Nonô, o primeiro a atingir o feito, com 100 jogos cravados, em novembro de 1925.

Precisando de três gols e com 129 jogos, Gabigol ao que tudo indica ocupará a oitava colocação no ranking dos que precisaram entrar em campo menos vezes para se tornar centenário. Isso porque o oitavo atual é Índio, com 150 partidas. É difícil imaginar que o atual camisa 9 demore mais do que 21 para ir às redes três vezes .

Gabi, por sua vez, não tem como superar Romário, que marcou o centésimo em seu jogo 116. A partida, em março de 1997, ficou marcada não pelo feito, mas pela famosa briga entre o Baixinho e o lateral Cafezinho, no 7 a 0 sobre o Madureira, na Gávea.

Clube dos 100 por ordem de entrada

Clube dos 100 por ordem cronológica — Foto: Twitter @FlaAlternativo

Clube dos 100 por ordem cronológica — Foto: Twitter @FlaAlternativo

Maior ídolo da história do clube, Zico é somente o 11º nesta lista e precisou de 180 partidas para chegar aos 100 gols, em um 3 a 1 sobre o América, em julho de 1975. Depois, o Galinho deslanchou, enumerou títulos e se despediu com 509 gols pelo Flamengo.

Entre os centésimos gols, o pesquisador Emmanuel chama a atenção para o de Joel pelo seu caráter decisivo.

– Se eu tivesse que escolher dessa lista um gol marcante, seria o do Joel, de bicicleta contra o Palmeiras no Maracanã, na fase final do Torneio Rio-São Paulo de 1961, que o Flamengo acabou conquistando.

Zico e Gabigol se abraçam no Ninho do Urubu — Foto: Divulgação

Zico e Gabigol se abraçam no Ninho do Urubu — Foto: Divulgação

Números na mesa, agora basta esperar Gabigol voltar da Seleção para começar a regressiva. O próximo compromisso do Flamengo será contra o Palmeiras, domingo, às 16h (de Brasília), em São Paulo. Na sequência, o rival será o Grêmio duas vezes consecutivas: dia 15, pela Copa do Brasil, e dia 19, pelo Brasileirão, ambas como mandante. Façam suas apostas.

Novo Banner Flamengo — Foto: Divulgação

Novo Banner Flamengo — Foto: Divulgação

Fonte: Globo Esporte

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Futebol

Bastidores da demissão: Além do vice na Libertadores, comportamento e falta de profundidade tática nos treinos desgastou passagem de Renato Gaúcho pelo Flamengo

Publicado

em

image processing20200201 29235 yt88l8

A passagem de Renato Gaúcho pelo Flamengo durou pouco mais de quatro meses, mas bem antes do divórcio o trabalho do treinador começou a ser contestado dentro do clube. Determinadas posturas no dia a dia incomodaram jogadores, integrantes da comissão técnica e dirigentes.

Ídolo com estátua no Grêmio, seu clube anterior, Renato chegou ao Flamengo sem mudar algumas atitudes que tomava em Porto Alegre e não lhe causavam problemas. No Ninho do Urubu, porém, a história foi diferente. Quando os titulares ganhavam folga, por exemplo, era comum o treinador não comparecer ao CT.

– Hoje ele se deu folga – era o comentário mais ouvido entre funcionários do Ninho nesses dias.

Renato no jogo contra o Grêmio: ausência em treino dos titulares no mesmo dia causou irritação — Foto: Maxi Franzoi/AGIF

Renato no jogo contra o Grêmio: ausência em treino dos titulares no mesmo dia causou irritação — Foto: Maxi Franzoi/AGIF

Já no primeiro mês de trabalho de Renato, quando o Flamengo enfileirava goleadas, a ausência do treinador na viagem a Natal para o jogo de volta contra o ABC, pela Copa do Brasil, foi mal recebida por alguns no Ninho. Na ocasião, ele recebeu autorização do vice de futebol do clube, Marcos Braz, para permanecer no Rio com os titulares.

Além de ocasiões pontuais como os treinos e a ausência em Natal, um ponto causou incômodo constante, principalmente entre os jogadores: a falta de detalhamento tático nas atividades. A maior parte dos treinos consistia em pequenos jogos, com menos de 11 jogadores em cada time, fossem nove contra nove, oito contra oito ou sete contra sete.

No dia a dia, a relação dos jogadores com Renato era consideravelmente melhor do que com seu antecessor, Rogério Ceni. “Gente boa” é uma expressão ouvida frequentemente no Ninho para definir o treinador que deixou o Flamengo nesta segunda. Mas a questão tática irritava boa parte do elenco.

– A gente consegue resolver jogos pela qualidade do time, mas tem momentos em que a gente precisa de um técnico indicando caminhos – disse um jogador.

Jogadores do Flamengo se irritaram com falta de profundidade tática dos treinos de Renato — Foto:  Pedro H. Tesch/AGIF

Jogadores do Flamengo se irritaram com falta de profundidade tática dos treinos de Renato — Foto: Pedro H. Tesch/AGIF

Já na reta final do trabalho, um episódio foi considerado a gota d’água, que dificultaria a permanência de Renato mesmo em caso de título da Libertadores: a ausência do técnico no treino que os titulares fizeram em Porto Alegre quatro dias antes da final contra o Palmeiras.

No mesmo dia, os reservas rubro-negros enfrentaram o Grêmio à noite, e Renato preferiu não comandar a atividade dos titulares. Se no início as críticas a esse tipo de comportamento ainda eram mais restritas em razão dos resultados, nesse caso a rejeição foi quase unânime e pavimentou a decisão pelo fim da passagem do treinador pelo Flamengo.

Quando Néstor Pitana apitou o fim da prorrogação da final da Libertadores, os envolvidos no futebol rubro-negro sabiam que não havia clima para Renato comandar mais um jogo sequer. O anúncio foi feito nesta segunda, e Maurício Souza será o técnico do Flamengo até o fim do Brasileiro.

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Continue lendo

Futebol

Flamengo planeja reformulação geral em setores do futebol para 2022

Publicado

em

landim

A derrota na final da Libertadores deverá confirmar uma grande reformulação no Flamengo para 2022. O técnico Renato Gaúcho não deve permanecer e pode sair até mesmo antes do fim do Brasileiro, porém, as mudanças não devem parar por aí. O clube carioca deverá passar por uma verdadeira mudança que inclui jogadores e também profissionais que fazem parte do futebol do Rubro-Negro há algum tempo.

Entre os jogadores, há pelo menos cinco que não devem continuar para a próxima temporada. O zagueiro Bruno Viana, que pertence ao Braga, e não deverá ter seu vínculo renovado. O goleiro César que deve ser negociado, além do volante Piris da Motta e do lateral-direito Rodinei. O jovem João Gomes, de 21 anos, também tem chances de ser negociado pelo clube carioca.

Além dessas saídas, o Flamengo também deverá ir ao mercado e fazer contratações. O clube carioca entende que precisa se reforçar com um goleiro e também com meia, para ser uma espécie de “sombra” para Arrascaeta. A contratação de um lateral-direito também não está descartada pelo Rubro-Negro.

Porém, a reformulação não vai passar apenas por mudanças no elenco. De acordo com informações do portal “UOL”, a preparação física e o departamento médico do Flamengo, que receberam muitas críticas na temporada, podem sofrer mudanças. Lembrando que o clube irá passar por eleições no próximo mês e o atual presidente Rodolfo Landim é o favorito para ser reeleito.

Fonte: O Dia

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Continue lendo

Futebol

Diretoria do Flamengo avalia demissão de Renato Gaúcho

Publicado

em

61a299f073c41

Renato Portaluppi, que já vem sendo muito pressionado pela torcida do Flamengo há alguns jogos, pode deixar o comando técnico do clube a qualquer momento após o vice-campeonato na Libertadores, diante do Palmeiras.

Conforme apurado pela reportagem da TNT Sports, o treinador, que tem contrato até o fim deste ano, não permanecerá no Rubro-Negro para a próxima temporada e pode ser que chegue a não cumprir o contrato.

Nos bastidores do Flamengo, ainda de acordo com a apuração da TNT Sports , é discutida a possibilidade de Renato não estar à frente da equipe já na próxima terça-feira (30), diante do Ceará, jogo válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O técnico chegou ao time carioca em julho, horas depois da demissão de Rogério Ceni. No contrato, há uma cláusula de renovação automática caso Rodolfo Landim seja reeleito presidente do clube.

Fonte: TNT Sports

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Continue lendo