Expulso na goleada sofrida contra o Internacional, o atacante Gabigol poderá ser desfalque para o Flamengo nos próximos jogos do Campeonato Brasileiro. De acordo com o portal “UOL”, o artilheiro deverá ser denunciado pela procuradoria do STJD e com isso o atleta poderá pegar um gancho.
Gabigol foi expulso aos 15 minutos do segundo tempo, após ironizar o árbitro Paulo Roberto Alves Junior logo depois de ter levado cartão amarelo.  Na súmula, o juiz justificou que a expulsão de Gabigol veio “após receber uma advertência com cartão amarelo, bater palmas de forma irônica, por diversas vezes, em direção ao árbitro”.
Após ter recebido o cartão vermelho, as imagens e o registro do árbitro também dão conta de que “o mesmo atleta, quando saía do campo de jogo, proferiu as seguintes palavras: ‘Isso é uma piada! Por isso que o futebol brasileiro é essa várzea'”.

Em entrevista ao portal “UOL”, Ronaldo Botelho Piacente, procurador-geral do STJD afirmou que a atitude de Gabigol é vista como falta de respeito. Haverá uma análise sobre o atacante.
“Para a procuradoria, isso é considerado como uma forma desrespeitosa. Não chega a uma ofensa moral, que é quando chama de ladrão ou diz que está favorecendo o time contrário. O tribunal vai analisar se ele é reincidente ou não. Dependendo do caso, a pena pode ser maior ou menor”, disse.

Independente do julgamento, Gabigol vai cumprir suspensão automática na partida contra o Sport, no próximo domingo, em Volta Redonda, válida pela 16ª rodada do Brasileirão. Porém, o artilheiro poderá entrar em campo no próximo jogo do Flamengo que acontece nesta quarta contra o Olimpia, no Paraguai, pela Libertadores.