Após o Flamengo massacrar o Grêmio em Porto Alegre por 4 a 0, na última quarta-feira, no primeiro jogo das quartas de final da Copa do Brasil, o vice-presidente de futebol do clube gaúcho, Marcos Herrmann não fugiu da realidade. O dirigente jogou a toalha e admitiu que a classificação às semifinais se tornou praticamente impossível.
“A Copa do Brasil se tornou praticamente inviável, temos de encarar isso. E o Brasileirão encaramos como absoluta prioridade, por razões óbvias. Nosso grande desafio, nesses três dias até o jogo com o Corinthians, é recuperar o ânimo. Lembrar que fizemos bons jogos e que o nosso primeiro tempo de hoje (quarta) foi muito bom. O segundo tempo, terrível, mas o primeiro muito bom. Então sabemos fazer o que é certo”, declarou o cartola.
“Nos últimos 8 jogos do Brasileirão, tivemos pontuação de G-4. Estou confiante que vamos cumprir aquilo que projetávamos lá atrás, que é sair da zona em setembro. Nesses três dias até o jogo contra o Corinthians temos que recuperar o ânimo, não podemos deixar o pessoal desanimar”, completou.