Gargalhada e golaços mostram que existe na gente força para seguir lutando
Siga nas redes sociais

Futebol

Gargalhada e golaços mostram que existe na gente força para seguir lutando

Publicado

em

51158730708 a88842971c c

O Flamengo recupera a bola. Diego toca para Gomes, que dá de letra para Bruno Henrique, que enxerga Arrascaeta livre. O uruguaio, de costas para o gol, deixa a bola passar porque sabe que Gabi está saindo da marcação e ficará melhor colocado do que ele por estar de frente para o gol. Gabi recebe e coloca a bola naquele lugar que os mais antigos chamariam de ponto futuro, onde em instantes veremos Bruno Henrique aparecer para chutar calculadamente no ângulo esquerdo do goleiro da LDU. Tudo isso aconteceu em sete segundos e oito décimos de segundo. Um universo de arte, encantamento e magia em pouco menos de oito segundos.

Foi mais ou menos nesse instante que vi pelas redes sociais que o ator e humorista Paulo Gustavo tinha morrido “vítima de covid”. Coloco entre aspas porque entendo que as pessoas no Brasil não estão mais morrendo de covid já que se trata de uma doença para a qual existem muitas vacinas – e todas igualmente eficazes para evitar a morte. No Brasil as pessoas hoje morrem de abandono e de negligência, resíduos de um planejamento cruel e calculado pelo governo federal para que a pandemia se alastrasse entre a gente.

Enquanto o Flamengo realizava sua arte em campo, perdíamos um dos maiores talentos criativos e humorísticos da nossa história.

O golaço de Bruno Henrique, que tem a assinatura de cinco jogadores na verdade, é daqueles episódios que servem para elevar a gente – mesmo aqueles que, como eu, cresceram aprendendo a detestar o Flamengo – a um lugar de algum significado. E o mesmo efeito tem sobre todos e todas nós a risada, a gargalhada: aquele instante em que percebemos, ainda que intuitivamente, que a vida é muito mais do que dor, tristeza, contas, injustiças, perdas, desamparo, angústias, aflições.

Quanto tempo dura uma gargalhada? Dez segundos? Pouco mais, pouco menos? Quanto tempo dura uma troca de passes envolvente em direção ao gol adversário? Que tipo de eternidade existe nessas frestas? Que música escutamos quando podemos nos entender parte de criações como essas?

A gargalhada não é garantia de que as lágrimas secarão, e golaços como o descrito acima tampouco determinam vitória ou conquistas. Mas asseguram nossa existência. Confirmam que existe na gente alguma força vital para que queiramos seguir lutando.

Perder um artista talentoso para uma doença para a qual existe vacina deveria causar revolta. Estamos falando de um jovem cuja missão era fazer a gente rir sem que com suas piadas ele precisasse ofender ou diminuir outros e outras. Perder alguém assim é perder coisa demais.

Que o Flamengo esteja se recusando a deixar de executar sua arte mesmo em jogos difíceis realizados em locais de grande altitude é admirável. O time poderia ter entrado retrancado, tentando se poupar dos efeitos da altitude, se acanhado de praticar o futebol que sabe jogar. Em vez disso, o time decidiu ser quem é e, em troca, ofereceu um primeiro tempo de arte ao seu torcedor e a sua torcedora. É claro que com a ousadia vem a chance de fracassar, e o Flamengo esteve perto de uma derrota. Mas ontem era dia para premiar a coragem. A coragem daqueles que insistem em ser quem são num mundo que, todos os dias, pede para que nos recolhamos, nos apequenemos, nos calemos. A coragem de quem, mesmo indo embora tão cedo, deixa um legado importante: o recado para que cuidemos uns dos outros, para que sigamos rindo, para que não tenhamos vergonha de amar livremente.

Quando nos tirarem a arte e nos tirarem o riso então terão nos tirado tudo. E contra isso precisamos gritar.

Fonte: Uol

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Futebol

Renato Gaúcho estuda colocar Diego na vaga de Thiago Maia contra o Athletico

Publicado

em

DiegoRibas

O elenco do Flamengo se reapresentou nesta segunda-feira e iniciou a preparação para pegar o Athletico-PR nesta quarta-feira, às 21h30, no Maracanã, pelo segundo jogo da semifinal da Copa do Brasil. Para este duelo, Renato Gaúcho estuda realizar mudança no meio de campo rubro-negro.

Ainda sem Arrascaeta, que se recupera de lesão muscular, o técnico do Flamengo estuda manter Andreas na vaga do uruguaio, mas colocar Diego Ribas no lugar de Thiago Maia. O volante tem sido titular nos últimos jogos, mas tem chance de ser sacado para a entrada do camisa 10. O martelo será batido na atividade desta terça-feira, a última antes de o Rubro-Negro pegar o Furacão.

Bruno Henrique e Gabigol estão recuperados das respectivas lesões, treinaram normalmente e ficarão à disposição da comissão técnica para a decisão de quarta-feira. David Luiz, que não esta inscrito na Copa do Brasil, estaria fora do jogo mesmo se tivesse 100% fisicamente. O zagueiro evoluiu bem no tratamento da lesão muscular e pode voltar no sábado, contra o Atlético-MG.

Fonte: O Dia

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Continue lendo

Futebol

Renê, lateral do Flamengo, quer ir a justiça contra ataques xenofóbicos nas redes sociais

Publicado

em

rene cruzeiro flamengo brasileirao serie a 16072017 1ucb9qyn7cm0s1cvqhg9shhdhr

Em meio à derrota para o Fluminense (3 a 1), sábado, no Maracanã, o lateral-esquerdo Renê, do Flamengo, era alvo de ataques xenófobos feitos por torcedores em redes sociais. Não foi algo inédito, pelo contrário. O jogador estuda a possibilidade de ir à justiça.

Por intermédio de sua assessoria de imprensa, o atleta respondeu ao blog que “lamenta profundamente saber que ainda existam ‘pessoas’ promovendo esse tipo de atitude e pensamento amparadas pelo anonimato da internet”. Ele analisa os últimos acontecimentos e não descarta tomar medidas no futuro, caso a situação venha se repetir ou se agravar.

“Essa é uma violação dos direitos do Renê, depende da vontade dele de agir judicialmente. Assim como colaboramos com outros atletas que precisaram de suporte, estamos aqui para ajudar no que ele quiser. A dificuldade nesses crimes de ódio é identificar o ofensor. Os jogadores sabem que podem contar com a gente”, disse ao blog o vice-presidente jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee de Abranches.

Não foi a primeira vez que Renê sofreu com ataques do gênero. Depois da derrota para o Emelec, em 2019, na Copa Libertadores, o jogador nascido no Piauí foi chamado de “paraíba” em redes sociais. Sua atuação no Fla-Flu foi o estopim para que novos ataques covardes acontecessem no sábado.

A lei nº 9.459 classifica xenofobia como crime. A pena de reclusão vai de um a três anos. Em outras ocasiões, a mulher do jogador se manifestou contra reações xenófobas direcionadas a Renê. O lateral-esquerdo chegou ao Flamengo em 2017, contratado ao Sport. Natural da cidade de Picos (PI), ele já fez 196 jogos pelo clube carioca e marcou seis gols.

Fonte: UOL

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Continue lendo

Futebol

David Luiz se recupera de lesão muscular e volta ao Flamengo contra o Atlético-MG

Publicado

em

51619588428 4578798b79 k

No último sábado (23), o Flamengo perdeu para o Fluminense por 3 a 1, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar do resultado, no domingo (24), o elenco rubro-negro recebeu folga enquanto Bruno Henrique, Gabigol, David Luiz e Arrascaeta compareceram ao Centro de Treinamento do Ninho do Urubu para dar sequência aos respectivos tratamentos. O zagueiro, inclusive, está recuperado de lesão e tem data para retornar aos gramados.

Totalmente recuperado da lesão muscular na coxa, David Luiz não sente mais nenhum incômodo e, portanto, pode voltar a vestir o Manto Sagrado. No entanto, como o zagueiro não foi inscrito na Copa do Brasil em tempo hábil, a expectativa é que o jogador volte ao Flamengo no sábado (30), quando o time enfrenta o Atlético-MG, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. A informação foi divulgada inicialmente pelo GE.

O confronto direto entre o atual líder do torneio e o terceiro colocado acontecerá a partir das 19h (horário de Brasília), no Maracanã. Antes disso, no entanto, o Flamengo dá uma pausa no Brasileirão para focar na decisão que tem pela frente na Copa do Brasil.

Nesta quarta-feira (27), o Mais Querido recebe o Athletico-PR, no Maracanã, pelo jogo de volta da semifinal da competição. O duelo acontecerá a partir das 21h30 (horário de Brasília), com transmissão ao vivo da Rede Globo.

Fonte: Coluna do Fla

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Continue lendo




WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com