Flamengo terá mais uma decisão na temporada nesta quarta-feira (27). Diante do Athletico-PR, no Maracanã, os cariocas buscam, mais uma vez, chegar à final da Copa do Brasil. E, para Felippe Facincani, uma estrela do clube deve mostrar que aparece em momentos decisivos.

Isso porque, durante o programa F90 , segundo o jornalista dos canais esportivos da DisneyEverton Ribeiro ‘só vai na boa’ e se ‘esconde’ em jogos pesados.

“O Everton Ribeiro é um jogador que só vai na boa. É muita grife para pouca decisão em alguns momentos. O momento como esse, um jogador de seleção brasileira, como ele é e tem esse status, tem que puxar essa ‘responsa’ de ser a peça mais clara para dar ao meio-campo do Flamengo esse passe qualificado, esse dinamismo na ausência de um cara que faz o time jogar do meio para frente”, começou por afirmar

Ele tem que tentar puxar esse estímulo. Ele não puxa. Ele acaba se escondendo em muitos momentos em jogos maiores , em jogos em que ele, Everton Ribeiro, tem que chamar essa responsabilidade”, continuou.

“E muito do que o Flamengo recentemente, antes da chegada de Arrascaeta , de Gabriel , de muita gente, quando colocou nas costas do Everton Ribeiro a responsabilidade de ser o condutor do meio de campo, o Flamengo não tinha acontecido, que era a temporada de 2018. Passa a acontecer com a chegada desses caras que foram diferenciais. Os caras que decidem jogos pesados”.

“O Everton Ribeiro, em jogos pesados, depende muito desses caras ao lado dele para comprar a boa ideia e, obviamente, ganhar os louros. Mas, quando o Flamengo precisa do Everton Ribeiro para se tornar o jogador diferencial, o Flamengo se decepciona sempre”, finalizou.