Campeonato Carioca vira pesadelo de clubes e negócio lucrativo para executivo
Siga nas redes sociais

Finanças

Campeonato Carioca vira pesadelo de clubes e negócio lucrativo para executivo

Publicado

em

51197112919 bff6d51109 k

Os clubes que disputaram o Campeonato Carioca 2021 estão decepcionados com o modelo de negócio deste ano do Estadual do Rio. A avaliação nos bastidores é que o acordo só foi bom para o Flamengo, pela força de sua torcida, e para a Sportsview, agência comandada por Marcelo Campos Pinto, ex-diretor da Globo.

Os times pequenos são os que mais reclamam. Muitos não puderam honrar seus compromissos pela falta de arrecadação com o pay-per-view, e com o modelo de pagamento feito pela Record. A coluna teve acesso a um documento, usado em um processo trabalhista do Botafogo, que mostra que a emissora só efetuou pagamento de cotas na última sexta-feira (20).

O valor que a Record pagou aos times grandes é bem pequeno: R$ 288 mil, dividido em duas parcelas – uma paga na semana passada de R$ 72 mil, e outra, de R$ 216 mil, que será depositado no mês de junho. Ou seja, para todos os times gigantes do Rio, a Record pagará R$ 1,152 milhão. Já os pequenos ficarão com R$ 147 mil cada, um valor irrisório.

A Record pagou R$ 11 milhões pelos direitos de transmissão dos times, mas grande parte deste valor (pouco mais de R$ 6 milhões) é destinado à Sportsview, a produtora que gerencia o Campeonato Carioca no pay-per-view. A Ferj ficou com 10% do total – cerca de R$ 1,1 milhão. Para os clubes, como noticiou o colunista Rodrigo Mattos, restaram cerca de R$ 3 milhões.

Falando na Sportsview, os times menores, principalmente, estão revoltados, porque na negociação foi vendido que o atual modelo seria inovador, o que não corresponde à avaliação feita por eles atualmente. Pelo contrato, a Sportsview recebeu os primeiros R$ 6 milhões dos direitos de transmissão para cobrir custos exorbitantes de produção e outras despesas.

Além disso, a empresa recebeu uma comissão 8% de tudo que foi arrecadado com as vendas dos direitos de transmissão para emissoras e operadoras de TV por assinatura. Somando o que Sky, Claro, Vivo e Record investiram, a competição faturou cerca de R$ 20 milhões.

O valor decepcionou os clubes. Mas a agência de Marcelo Campos Pinto embolsará pouco mais de R$ 1,5 milhão de comissão pelas vendas realizadas. Somando tudo, R$ 7,5 milhões do valor do Carioca foram para a agência.

Clubes se incomodaram com falta de venda publicitária

Outra crítica dos clubes é relacionada à publicidade e aos naming rights, cujo dinheiro das vendas seria dividido com os clubes. Nenhuma marca anunciou no torneio nem em suas transmissões.

Por fim, há outras críticas sobre a gestão do dinheiro de produção feito pela Sportsview. As queixas principais são pela falta de resultados nas redes sociais, por uma programação feita para o canal pay-per-view do Carioca que era pouco vista pelo público e pela contratação de uma empresa para a concepção da nova identidade visual da competição pelo valor de R$ 400 mil.

Na visão dos clubes descontentes, o único que conseguiu certo faturamento foi o Flamengo, por causa da força de sua torcida e da FlaTV. O pay-per-view próprio de Vasco , Fluminense, Botafogo e de todos os times pequenos não foram rentáveis e o resultado não foi o esperado por ninguém.

Para o ano que vem, os clubes sinalizam o desejo de rediscutir pontos do contrato, se a Sportsview e a Ferj desejarem e reconhecerem os pontos negativos da experiência. O objetivo é que o acordo fique mais vantajoso para todos na próxima temporada.

Fonte: Uol

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Finanças

Elenco do Flamengo é quase 10 vezes mais caro que o do Barcelona de Guayaquil; veja

Publicado

em

De acordo com o site “Transfermarkt”, a diferença do valor entre os elencos de Flamengo e Barcelona de Guayaquil é gigantesca. O valor de mercado do elenco rubro-negro é de 147,75 milhões de euros e do time equatoriano é de 15,95 milhões de euros. Só Gabigol já vale mais que todo time adversário. O atacante do Mengão vale 26 milhões de euros.

Para Mário Marra, a questão financeira dificulta, mas não é um empecilho e na Libertadores pesa menos do que deveria pesar. O Barcelona deu esse exemplo eliminando times com mais investimento, como o Santos. A equipe equatoriana terminou a fase de grupos em primeiro lugar, deixando para trás Boca Juniors, Santos e The Strongest. Nas oitivas, despachou o Vélez Sarsfield. Nas quartas, eliminou o Fluminense após dois empates.

“Se a questão econômica fosse empecilho, claro que dificulta, mas eu só acho que na Libertadores isso pesa menos do que deveria pesar. Se não, dava brasileiro todo ano. O Barcelona tirou o Palmeiras outro dia, tirou Santos. Mesmo em relação ao Santos, tem uma diferença econômica, por menos time que o Santos tenha, por menos investimento que o Santos tenha, ainda o brasileiro que investe menos, terá mais investimento que o Barcelona. Então, isso não é um empecilho absoluto, tanto que o técnico foi muito inteligente quando promete o que pode entregar, que é competitividade. Foi com competitividade que times como o Barcelona forma longe na Libertadores até hoje. A própria característica do torneio permite isso. Nos pontos corridos, a questão do investimento pesa muito mais”, disse Mário Marra.

Fonte: Diario do Fla

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Continue lendo

Finanças

Flamengo inicia venda para semifinal da Libertadores com ingressos de até R$ 1200

Publicado

em

https colunadofla.com wp content uploads 2021 09 maracana estadio prefeitura

As vendas para o Flamengo x Barcelona-EQU, pela Conmebol Libertadores, foram abertas na tarde desta quinta-feira para sócios-torcedores. Para o público em geral, começam nesta sexta.

Os torcedores precisam checar horário da abertura de cada plano para fazer a compra dentro do período estipulado. As entradas variam de R$125 a R$ 1200 no setor Maracanã Mais.

A partida será um Evento-Teste, seguindo o decreto Rio nº49336 publicado pela Prefeitura do Rio de Janeiro. E contará com 50% da capacidade do estádio, ou seja quase 35 mil lugares.

Menores de 15 anos não poderão acessar a partida, já que, de acordo com o calendário de vacinação da cidade, ainda não terão iniciado sua imunização. Pelo mesmo motivo, não haverá gratuidade para menores de 12 anos.

No momento da retirada do ingresso, após apresentação de todos os documentos comprobatórios, o torcedor receberá o ingresso e deverá colocar uma pulseira, que não poderá ser retirada até o final da partida.

Horário de abertura para Público geral e encerramento das vendas online:

17/09, 17h00 – Abertura das vendas para Nação Jr. e Público geral*
22/09, 17h30 – Encerramento das vendas online*

*Sujeito a alteração.

Fonte: Extra

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Continue lendo

Finanças

RMP: Diretoria do Flamengo perdeu a noção da realidade econômica brasileira

Publicado

em

E ZfG7PWQAMb4NU

Flamengo realizou o seu primeiro teste com torcida no Maracanã ontem (15), na vitória por 2 a 0 sobre o Grêmio , no Maracanã, mas a quantidade de público ficou abaixo da expectativa em relação ao máximo estipulado pela Prefeitura do Rio de Janeiro e o clube, com 6 mil pagantes, contra o limite de até 24 mil.

No UOL News Esporte , Renato Maurício Prado culpa os preços cobrados pelos ingressos como fator que dificultou para que o Flamengo pudesse contar com a presença de mais torcedores, em um número mais próximo do previsto, do que os que efetivamente marcaram presença, lembrando também a obrigatoriedade do teste PCR.

 

“O público foi decepcionante para a diretoria do Flamengo, a diretoria do Flamengo achava que iria botar lá os 24 mil, afinal de contas, o Flamengo não jogava há praticamente um ano com torcida, havia uma demanda reprimida gigantesca, mas os preços são muito caros, o preço mais barato é R$ 100, você bota mais ainda o preço do PCR, que você é obrigado a fazer e fica praticamente inviável”, afirma Renato.

O jornalista destaca que aparentemente o comportamento do público dentro do estádio ocorreu de forma correta, com distanciamento, apesar das aglomerações no entorno do Maracanã. Ele também lembra que a liminar que permitia o segundo teste de público diante do Grêmio pelo Brasileirão foi derrubada .

“Agora, os 6 mil que foram, talvez até justamente por ser muito menos do que eles esperavam, eu acho até que dentro do estádio, de uma maneira geral, eles estavam com distanciamento, achei até o comportamento da torcida dentro do estádio bom, mas é claro, deslocamento, metrô, não tem jeito, isso vai sempre ter mais aglomeração quando você tem público no estádio”, diz Renato.

“Só que agora o Flamengo só vai voltar a ter público na Libertadores , porque a liminar já foi cassada e o jogo com o Grêmio , que estava até ameaçado de não haver se a rodada fosse adiada, não vai ter público”, conclui.

Fonte: Uol

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Continue lendo




WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com