Não ultrapassaram o Internacional e podem voltar a ficar quatro pontos atrás. O Flamengo, que festejou tanto depender apenas de si na rodada passada, poucos dias depois vê apenas os gaúchos com tal chancela, mesmo com confronto direto, no Rio de Janeiro, na 37.ª e penúltima rodada.
O técnico Rogério Ceni garante que a sua equipe jamais deixará de “lutar pelo título”, mas é o rival Abel Braga quem mais se aproxima da façanha. Para “antecipar” a conquista para este domingo, entretanto, é necessário uma combinação grande de resultados.
O Internacional teria de ganhar de Sport, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, nesta quarta-feira, e do Vasco, no domingo, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, para chegar aos 72 pontos, além de torcer contra os perseguidores.
Com 65 somados e nove em disputa, o Flamengo não alcançaria mais os gaúchos se perder do Corinthians como mandante. Os gaúchos teriam de torcer, também, por uma derrapada do Atlético-MG, diante de Fluminense ou Bahia, e que o São Paulo, com 58 pontos e ainda cinco jogos por fazer, não tenha desempenho perfeito nos confrontos contra Ceará e Grêmio.
Depois de emplacar nove vitórias seguidas, o Internacional pode muito bem vencer seus próximos dois jogos no Brasileirão, contra rivais lutando contra a queda. E, como todos os concorrentes têm jogos duros, a esperança cresce em Porto Alegre para uma festa já neste domingo.