Reis do Rio: empatados com 23 gols, Gabigol e Pedro, do Flamengo, e Cano, do Vasco, têm disputa particular
Siga nas redes sociais

Futebol

Reis do Rio: empatados com 23 gols, Gabigol e Pedro, do Flamengo, e Cano, do Vasco, têm disputa particular

Publicado

em

1 50899920937 34928b29bb o 21096089

Apesar de Flamengo e Vasco terem objetivos distintos no Campeonato Brasileiro, há um quesito que os coloca em pé de igualdade: o número de gols anotados por Gabigol, Pedro e Cano. Cada um deles fez 23 na temporada. Mas o que difere os goleadores que se enfrentarão nesta quinta-feira, às 21h, no Maracanã? O jornalista Guilherme Marçal, do Espião Estatístico do ge , fez um levantamento bem detalhado.

Minutagem dos rubro-negros em campo é menor

Gabigol e Pedro, com diferentes lesões e ausências por convocação (só no caso do último), desfalcaram bastante o Flamengo na temporada. Gabi jogou 38 (35 como titular) das 65 partidas rubro-negras, enquanto seu reserva imediato atuou em 49 (24 vezes como reserva).

A minutagem de Pedro (2.577 minutos em campo – 53 min/jogo) , porém, é menor em relação à de Gabigol (3.094 minutos em campo – 81 min/jogo) justamente pelo fato de ter sido reserva em grande parte dos jogos que disputou.

Desfalque em apenas 10 partidas das 56 partidas do Vasco na temporada, Cano teve tempo em campo bem superior em relação aos rubro-negros. Foi titular nos 46 jogos que disputou, com 4.324 minutos em campo (94 min/jogo).

Cano concentra quase 50% dos gols do Vasco

Numa equipe que notadamente dispõe de menos recursos técnicos do que o Flamengo, Cano vem tirando leite de pedra desde sua chegada a São Januário.

Dos escassos 50 gols feitos pelo time na temporada – média inferior a um por jogo -, 23 são de Cano, o que corresponde a 46% do total .

Os gols de Gabigol e Pedro somados (46) correspondem a apenas 37,3% do total dos rubro-negros: 123.

Gols em todos os campeonatos

Outro fator que une Gabi, Cano e Pedro é que o trio marcou em todas as competições disputadas na temporada. Vale destacar que Pedro não entrou em campo na Supercopa do Brasil, disputada em jogo único em 16 de fevereiro e vencida por 3 a 0 pelo Flamengo.

Pedro é quem precisa de menos minutos para balançar a rede

Com minutagem reduzida em relação aos outros dois artilheiros, Pedro é quem precisa de menos tempo para marcar. Tem uma média de um gol a cada 112 minutos, contra um a cada 135 de Gabigol e um a cada 188 de Cano.

Cano e Gabigol também brilharam em 2019

Os números do trio são ótimos, mas não é de hoje que eles brilham. Em 2019, por exemplo, dois deles extrapolaram. Casos de Gabigol e Cano. O primeiro, em um ano mágico do Flamengo, marcou 43 gols. O argentino, por sua vez, balançou as redes 41 vezes pelo Independiente Medellín, na Colômbia. Ambos foram goleadores em seus respectivos campeonatos nacionais. O flamenguista foi além e também faturou a artilharia na Libertadores.

Indagado em sua apresentação no Vasco, em janeiro do ano passado, sobre um duelo por gols com Gabigol, Cano se esquivou.

– Não, só penso na equipe, fazer bem as coisas. São estatísticas que realmente não penso nelas, só penso que todos os gols são necessários para ajudar o Vasco a ir ao mais alto do campeonato. Penso jogo a jogo, a ir em busca de gols. O futebol colombiano é muito diferente do brasileiro, que é mais competitivo. Seguramente vai ser outro mecanismo, mas vou em busca, passo a passo, para converter e dar alegria à torcida – disse Cano, na ocasião.

E se a dupla se destacou em 2019, Pedro teve um ano apagado antes de chegar ao Flamengo. Por conta de uma lesão, pouco jogou no Fluminense. Negociado com a Fiorentina no meio do ano, foi pouco aproveitado e não marcou. Foram apenas cinco gols no ano, todos com a camisa tricolor.

Artilheiros do Brasil?

Além da disputa para ver quem será o artilheiro do futebol carioca na temporada, o trio está na briga pela artilharia do Brasil. Entre jogadores da Série A, Cano, Gabigol e Pedro marcaram menos somente que Diego Souza, do Grêmio, que tem 27 gols. O trio de Flamengo e Vasco está empatado com Marinho, do Santos, todos com 23. Com cinco rodadas a disputar, ainda dá para buscar o topo nacional.

Confira abaixo os números do trio (em gráfico no geral e texto restritivo ao Brasileiro):

Cano, do Vasco, e Gabigol e Pedro, do Flamengo, são os jogadores que mais marcaram gols no futebol carioca na temporada — Foto: Editoria de arte/ge

Cano, do Vasco, e Gabigol e Pedro, do Flamengo, são os jogadores que mais marcaram gols no futebol carioca na temporada — Foto: Editoria de arte/ge

Cano, do Vasco, e Gabigol e Pedro, do Flamengo, são os jogadores que mais marcaram gols no futebol carioca na temporada — Foto: Editoria de arte/ge

Cano, do Vasco, e Gabigol e Pedro, do Flamengo, são os jogadores que mais marcaram gols no futebol carioca na temporada — Foto: Editoria de arte/ge

Pedro no Brasileirão 2020

29 jogos (15x titular, 14x reserva)
1.657 minutos em campo (57 min/jogo)
13 gols (1 gol a cada 127 minutos)
7 gols como mandante, 6 como visitante
59 finalizações (1 gol a cada 4,5 arremates)
2 assistências
15 participações em gol (1 a cada 110 minutos)
10 participações em gols decisivos (9 gols e 1 assistência em momentos que o time perdia por 1 gol ou empatava)
16 assistências para finalização
1 cartão amarelo

Gabigol no Brasileirão 2020

20 jogos (17x titular, 3x reserva)
1.483 minutos em campo (74 min/jogo)
10 gols (1 gol a cada 148 minutos)
5 gols como mandante, 5 como visitante
60 finalizações (1 gol a cada 6 arremates)
2 assistências
12 participações em gol (1 a cada 124 minutos)
7 participações em gols decisivos (6 gols e 1 assistência em momentos que o time perdia por 1 gol ou empatava)
13 assistências para finalização
2 cartões amarelos
1 cartão vermelho

Cano no Brasileirão 2020

29 jogos (29x titular)
2.706 minutos em campo (93 min/jogo)
13 gols (1 gol a cada 208 minutos)
7 gols como mandante, 6 como visitante
10 participações em gols decisivos (10 gols em momentos que o time perdia por 1 gol ou empatava)
62 finalizações (1 gol a cada 4,8 arremates)
1 assistência
17 assistências para finalização
nenhum cartão

Fonte: Globo Esporte

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Futebol

Dia do freguês? Torcedores do Flamengo zoam o Grêmio após classificação

Publicado

em

E YAD1rXsAMEeO2

Flamengo deu um ‘presente de grego’ para o Grêmio no dia em que o clube gaúcho completa 118 anos. Após a vitória por 4 a 0 no jogo de ida, o time carioca venceu por 2 a 0 no Maracanã e garantiu a vaga nas semifinais da Copa do Brasil .

O resultado fez com que os torcedores flamenguistas não deixassem passar a oportunidade de desejar os parabéns para o adversário de uma forma bem descontraída.

 

Além disso, teve quem lembrou que neste domingo (19) as equipes voltam a se enfrentar, só que desta vez pelo Campeonato Brasileiro.

Parabéns para você!

Ainda tem mais!

Dia do freguês?

Presente de grego

Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Fonte: Uol

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!
Continue lendo

Futebol

Renato parabeniza grupo pela entrega e comemora reencontro com a torcida do Flamengo: ‘Dia especial’

Publicado

em

E YJGWdXMAMk2pV

A noite desta quarta-feira foi especial para Renato Gaúcho. Isso porque o treinador reencontrou a torcida no Maracanã, e o Flamengo venceu o Grêmio por 2 a 0, pela quartas de final da Copa do Brasil . Com o resultado, o time avança na competição para enfrentar o Athletico Paranaense. Em entrevista coletiva ao fim do confronto, Renato parabenizou a equipe e destacou que ficou satisfeito por retornar ao Maracanã e reencontrar a Nação.

> David Luiz é regularizado e dá mais um passo para estrear no Flamengo

– É um dia especial. Faz muito tempo que eu não encontrava a torcida do Flamengo a favor, porque contra era, praticamente, um bom tempo. Fico mais feliz ainda pela entrega da equipe por mais uma vitória, fazendo com que a gente passa para a semifinal de mais uma competição. Então, já dei os parabéns para o meu grupo. Fiquei muito satisfeito de voltar ao Maracanã, reencontrar a torcida do Flamengo com meu grupo e conseguir mais uma vitória.

> Veja a tabela da Copa do Brasil

Dentro de campo, o jogo foi “pegado”, com muitas faltas e reclamações dos dois lados. O Flamengo terminou a partida com 13 infrações, enquanto o Grêmio, 18. Renato foi questionado se a arbitragem foi um empecilho para um confronto “mais vistoso”. No entanto, o treinador não fez críticas e destacou que está concentrado na sua equipe.

– Acho que a arbitragem esteve normal, é um jogo pegado. O Grêmio vende caro sempre as derrotas. É o estilo do futebol gaúcho, tanto do Grêmio quanto do Internacional. É lógico que a gente tem jogadas mais ríspidas, mas é uma coisa normal. Acredito que ele deu os cartões para quem mereceu tomar os cartões, o pênalti foi legítimo, ninguém pode reclamar de nada, até porque foi uma belíssima jogada do Pedro. Vocês me conhecem, independente de como um árbitro apita uma partida, eu não gosto de opinar. Eu procuro me concentrar mais na minha equipe do que na arbitragem.

Veja mais declarações de Renato Gaúcho:

TORCIDA NO ESTÁDIO
– Eu sou a favor, totalmente, dos torcedores voltarem aos estádios. Você tem o jogador de futebol que gosta da torcida no estádio, você tem o cantor, você tem o ator de teatro, e ele quer o público. Acho que, seguindo os protocolos, qual é o problema? Vejo que, no futebol, muita gente quer aparecer em cima do futebol. “Ah, não pode entrar torcedor no estádio”. Eu vejo tantas aglomerações por aí, não sou eu que vou ficar aqui dando exemplo porque todo mundo vê. E não vejo ninguém tomando providências. Não vejo ninguém se importando tanto quanto no futebol. Por que só no futebol? Por que tem uma câmera, e as pessoas estão aparecendo?

– Se tiver que acabar com o público no futebol, que acabe em todos os locais. Eu vejo shows de artistas, que eu não sou contra, bem pelo contrário. Eu vejo outros tipos de shows e não vejo ninguém comentar das aglomerações. Não vejo ninguém chegar lá e proibir, uma vez ou outra. Então, é o tal do futebol, o futebol faz com que todo mundo apareça na televisão, entendeu? Então, se querem coibir o público no futebol, que partam para os outros locais também, não somente no futebol. Essa é a minha opinião.

RETORNO DE ATLETAS LESIONADOS
– É difícil de falar porque a gente tem reavaliado esses jogadores diariamente, eles têm treinado, mas eu converso bastante com eles, departamento médico também. Eu vou muito pelo que o jogador me passa. Eles têm se recuperado bem, mas são lesões perigosas. Então, é difícil de falar hoje quando que eles vão voltar. Somente no dia a dia com os treinamentos, com o que eles passam para gente, que vamos definido em qual jogo eles podem voltar.

COMO ESTÁ DAVID LUIZ?
​- O David Luiz é um grande profissional, já conversei algumas vezes com ele para saber das condições dele. É um jogado que está parado desde maio, ele vem de um procedimento. É um jogador que estava treinando, é um jogador que, quando chegou no Flamengo, na segunda-feira, fez os exames, e os exames dele foram bons. Mas vale também para os jogadores que estão entregues ao departamento médico, vou conversando com eles, trocando ideia e, no momento em que ele estiver 100%, se sentindo bem, é lógico que a gente vai utilizar o David Luiz. Mas, por enquanto, é importante ele recuperar bem a forma física dele, recuperar a musculatura dele.

POLARIZAÇÃO DE FLAMENGO E ATLÉTICO-MG NO FUTEBOL NACIONAL?
– De maneira alguma. Tanto Flamengo quanto Atlético estão bem, assim como o Palmeiras está também. Não tem uma equipe que vai ganhar todos os jogos. Não tem uma equipe imbatível. O Atlético vem ganhando, o Flamengo vem ganhando, o próprio Palmeiras vinha ganhando, mas é uma coisa normal. O Campeonato Brasileiro é muito difícil e muito longo. Qualquer vacilo, de repente, você perde umas quatro posições. Então, é muito cedo até porque foi jogado uma rodada do segundo turno, tem muitos jogos pela frente.

ELENCO ENCORPADO
– Acima de tudo, os jogadores estão de parabéns, porque é aquilo que eu falo, eu não tenho um time, tenho um grupo. Por isso que peço diariamente para eles treinarem forte. Todo jogador que treina forte, vai jogar forte. A camisa chega, nós temos três competições, tem espaço para todo mundo. O jogador de futebol não vai se preparar em dois, três dias. Ele tem que estar preparado para no momento em que for chamado, ele dar conta do recado. É o que tem acontecido. Por isso que, independente de quem entra em campo, o Flamengo tem jogado, tem jogado bem, tem respeitado seus adversários, tem conquistado as vitórias, tem conquistado classificações.

SONHO DE SER CAMPEÃO
– A gente trabalha para isso. Esse é o trabalho, tenho falado isso quase que diariamente para o meu grupo. A gente vem ganhando, a gente vem conquistando vitórias, a gente está buscando os primeiros colocados no Campeonato Brasileiro, a gente está numa semifinal de Copa do Brasil e está numa semifinal de Libertadores. Tudo isso está muito bonito, está todo mundo gostando, mas se não ganhar, não adianta nada. A gente trabalha para ganhar. A gente sabe que temos trabalhando para chegar numa final e levantar a taça, essa é nossa obrigação, esse é o nosso trabalho.

Renato Gaúcho

Renato Gaúcho conversa com Thiago Maia durante o jogo contra o Grêmio (Foto: Marcelo Cortes/Flamengo)

Fonte: Lancenet

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Continue lendo

Futebol

Atuações do Flamengo: Pedro decide em noite de destaque para Maia, Ribeiro e Rodrigo Caio

Publicado

em

51480393946 dfd6b0b245 o

Gabriel Batista (GOL) – Pouco exigido, mas deu conta do recado nas poucas finalizações do Grêmio. Como de hábito, muito acionado com a bola nos pés – 6.0

Matheuzinho (LAT) – Muita força física e participação nas ações ofensivas. É outro jogador que melhora a cada partida. A cada jogo que passa deixa mais a acirrada a concorrência com Isla. Vem em alto nível há um bom tempo – 6.5

Rodrigo Caio (ZAG) – Se não fossem as seguidas lesões, seria aclamado o melhor zagueiro do Brasil com sobras. Impressionante como é completo. Voltou em alto nível. Bem no combate, nas antecipações e no combate direto – 7.0

Léo Pereira (ZAG) – Manteve o nível das últimas partidas. Muito firme no combate e bem nas antecipações. Ganha confiança a cada jogo – 6.5

Rafinha em derrota do Grêmio para o Flamengo — Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Renê (LAT) – Não teve uma boa volta ao time após quase dois meses. Fora de ritmo, não conseguiu dar continuidade na maioria das jogadas e cometeu erros bobos de perda de posse. Noite ruim – 5.0

Thiago Maia (VOL) – Que baita atuação! Dominou o meio de campo. O melhor jogador do Flamengo em campo. Parece se sentir mais à vontade e dono dos espaços quando joga de primeiro volante. Bem demais no combate, na saída de bola e ainda teve bons momentos de arrancadas – 7.0

Andreas (MEI) – Precisa encontrar um equilíbrio entre o que faz com e sem a bola. Tem uma qualidade indiscutível com a bola, distribui bem o jogo, mas ainda peça no combate – 6.0

Éverton Ribeiro (MEI) – Mais uma grande atuação, padrão Seleção. Tentou dar dinamismo a um meio de campo muitas vezes espaçados e foi beneficiados pela entrada de Pedro como referência. Não à toa, participou dos dois gols – 7.0

Vitinho (ATA) – Muitas vezes estava muito enfiado entre os zagueiros, longe da bola. Ocupava o espaço pelo meio da área nas saídas de Gabigol e foi facilmente marcado. Quando participou do jogo, não teve boas tomadas de decisão. Bem abaixo das últimas exibições – 5.0

Michael (ATA) – Não brilhou como domingo, mas fez uma boa partida. Foi a principal arma ofensiva no primeiro tempo e não marcou seu gol porque o zagueiro tirou em cima da linha. No segundo tempo, perdeu chance clara após passe de Gabriel – 6.5

Gabriel (ATA) – Saiu muito da área e facilitou a marcação da defesa gremista. Teve somente uma oportunidade no primeiro tempo, mas furou de pé direito. Ponto alto da noite foi quando descolou belo cruzamento para Michael desperdiçar chance clara. Saiu irritado com Renato logo após discutir com Felipão – 5.5

Entraram:
Pedro – Mudou o jogo. Aproveitou muito bem a oportunidade e foi responsável pelos dois primeiros gols gritados pela torcida em muito tempo. Fez o que faltou a Gabigol, se posicionou dentro da área. Sofreu pênalti, converteu e ainda fez mais um – 7.5
Lázaro – Teve uma rara oportunidade na posição em que se sente mais à vontade e não conseguiu render. Discretíssimo – 5.0
Ramon – Entrou no fim – Sem nota
Gustavo Henrique – Entrou no fim – Sem nota
João Gomes – Entrou no fim – Sem nota

Novo Banner Flamengo — Foto: Divulgação

Novo Banner Flamengo — Foto: Divulgação

Fonte: Globo Esporte

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Continue lendo




WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com