O setor mais criticado do Flamengo em 2020 certamente é a defesa. No empate por 1 a 1 contra o Racing no jogo de ida das oitavas de final da Conmebol Libertadores , a equipe rubro-negra atingiu a marca de levaer um gol ao menos pela oitava partida seguida, tendo sido vazado em 14 das últimas 15.

Nessa sequência de oito jogos levando gols, o Flamengo viu sua rede ser balançada 16 vezes. E a situação para o jogo de volta, na próxima terça-feira, no Maracanã, pode não ser a ideal também.

No final do jogo na Argentina, Thuler foi expulso em campo e Natan acabou levando um cartão vermelho por reclamação mesmo estando no banco de reservas.

Dessa forma, os dois zagueiros não estarão disponíveis para a partida decisiva. Com Rodrigo Caio em dúvida ainda se recuperando de uma lesão na panturrilha, Rogério Ceni poderá ter como opção a dupla Gustavo Henrique e Léo Pereira.

Nos últimos cinco jogos em que ambos foram titular juntos, todos desde o retorno do futebol na pandemia, o Flamengo levou nove gols, sendo vazado em todas essas partidas.

Foram elas: as derrotas para Ceará (2 a 0), Atlético-GO (3 a 0) e São Paulo (2 a 1), a vitória contra o Vasco (2 a 1) e o empate contra o Dragão (1 a 1)

A volta de Rodrigo Caio seria bem-vinda ao setor, bem como o retorno de Isla, que foi sacado minutos antes da partida na Argentina por conta de um desconforto muscular.