Diante de expulsões e erros, volta de Rodrigo Caio ganha 'tom de urgência', e zagueiro será reavaliado no Ninho
Siga nas redes sociais

Noticias

Diante de expulsões e erros, volta de Rodrigo Caio ganha ‘tom de urgência’, e zagueiro será reavaliado no Ninho

Publicado

em

https mundorubronegro.com wp content uploads 2020 05 rodrigo caio flamengo

O Flamengo pôde ver Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol iniciando um jogo juntos após três meses e, com o crescimento físico do quarteto, a expectativa é de melhora nos próximos compromissos. Na defesa, contudo, a partida contra o Racing foi, outra vez, de problemas, com erros de posicionamento e individuais no empate em 1 a 1 com o Racing, nesta terça, na ida das oitavas de final da Libertadores. Neste cenário e com as expulsões de Thuler e Natan, a volta de Rodrigo Caio ganha “tom de urgência” para o dia 1º de dezembro, quando o Rubro-Negro recebe a equipe argentina no Maracanã.

Afastado dos jogos do Flamengo desde 22 de setembro – Rodrigo Caio voltou lesionado da Seleção Brasileira, em 16 de outubro -, o camisa 3 está em tratamento de uma lesão na panturrilha direita, após recuperar-se, neste período, de um edema ósseo no joelho direito. De acordo com Rogério Ceni, o zagueiro será reavaliado na quinta-feira, na reapresentação do elenco no CT.

Sem Thuler e Natan, o Flamengo tem outros cinco zagueiros inscritos na Copa: Gustavo Henrique, Léo Pereira, Otávio e Noga, além de Rodrigo Caio, que, por ora, segue como dúvida para a partida da próxima terça-feira, no Maracanã.

Neste início de trabalho, Ceni tem optado pela experiência. O problema é que as fases de Léo Pereira e Gustavo Henrique não são boas. O segundo, após voto de confiança do treinador que o escalou como titular em seus primeiros jogos, perdeu a vaga para o jovem Thuler. Em Buenos Aires, Léo Pereira, por sua vez, voltou a cometer erros  – que, por pouco, não custaram o resultado.

Com a fragilidade defensiva escancarada – o Flamengo sofreu ao menos um gol em 14 das últimas 15 partidas -, a responsabilidade não cai apenas sobre os zagueiros, mas diante do Racing, assim como aconteceu recentemente, os erros de Léo Pereira e Thuler foram visíveis. Além do lance do gol, a dupla não foi capaz de cortar três cruzamentos que chegaram aos atacantes adversários  em condições claras de marcar, por exemplo, lances nos quais os defensores perderam a referência de Lisandro López, que não marca há mais de um ano.

O fator que dá confiança a Rogério Ceni, e aos torcedores, é que, pela primeira vez desde que foi apresentado, no dia 10 de novembro, o treinador terá uma semana livre de jogos para trabalhar com o elenco do Fla no Ninho do Urubu.

– Quando você tem jogadores tão talentosos na frente, é natural que encontre as falhas no setor defensivo. Todo mundo espera que o Flamengo faça gols, ataque. Eu acho que é o conjunto, é o sistema. Temos que ter tempo para treinar. Estou aqui há duas semanas, estou no quinto jogo. Vamos tentar melhorar o time nesta semana, inclusive o sistema defensivo – avaliou Ceni.

Rodrigo Caio - Treino do Flamengo

Rodrigo Caio em recuperação: zagueiro está afastado de jogos do Flamengo desde setembro(F: Alexandre Vidal/CRF)

Fonte: Lancenet

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Noticias

Análise: Everton Ribeiro e Pedro aproveitam jogo ‘decidido’ e são destaques em vitória do Flamengo

Publicado

em

E YEc09WYAI2U6d

Não foi aquele Flamengo envolvente dos últimos jogos. Mas, em se tratando de um jogo com muitos reservas e no qual a classificação já estava garantida, o 2 a 0 sobre o Grêmio, no Maracanã, teve destaques positivos para o rubro-negro.

Torcida: Volta do público vira jogo de gato e rato no Maracanã

Thiago Maia e Andreas Pereira funcionaram bem como os dois primeiros do meio-campo. Foram dedicados na marcação e deram muita qualidade à saída de bola. Confirmaram ser opções que podem ser usadas (em dupla ou separadamente) com confiança para não sobrecarregar Willian Arão e Diego.

Polêmica: CBF tenta derrubar liminar do Flamengo e marca reunião sobre adiamento de rodada

Na direita, Matheuzinho fez mais uma boa partida tanto defensivamente quanto na frente. Com os dois gols, Pedro mostrou que a confiança está devidamente recuperada.

Ninguém, no entanto, se destacou tanto quanto Everton Ribeiro. Em alta também na seleção, o jogador comandou as principais jogadas do time rubro-negro. No melhor estilo maestro, honrou o nome de Zizinho que carregou nas costas (em homenagem ao centenário do ex-jogador). Encontrou espaços e esbanjou visão de jogo.

Entre os destaques negativos, estão principalmente Renê, que sentiu a falta de ritmo em seu retorno (não jogava desde julho), e Vitinho. O atacante não funncionou jogando tão centralizado. Ou seja: uma noite ruim que deve ser compartilhada com Renato Gaúcho.

Por fim, Gabigo também deixou a desejar. Mais pelo lado emocional. Deixou ser levado pela temperatura da partida e ficou irritado demais.

Neste sentido, é importante registrar a péssima atuação da arbitragem. Rodolpho Toski relevou demais as discussões e, quando se deu conta, perdeu o controle da partida. Isso sem contar os erros de marcações, como um pênalti de Kannemann em Gabigol que nem o VAR identificou.

Fonte: O Globo

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Continue lendo

Noticias

Filipe Luís e Renê revelam superstição para adversários perderem gols contra o Flamengo

Publicado

em

https colunadofla.com wp content uploads 2021 09 filipe luis rene trofeu

O Flamengo vem utilizando cada vez mais a FlaTV, canal oficial no YouTube, como forma de interação do clube com os torcedores. Desta vez, a programação incluiu uma resenha entre Filipe Luís e Renê, que ficaram jogando video-game e aproveitaram para falar sobre superstições durante os jogos do Mais Querido.

Os laterais rubro-negros revelaram uma superstição para os adversários perderem gols contra o Flamengo. Renê abriu o jogo e contou que Filipe Luís foi quem introduziu essa ‘artimanha’ no elenco e, a partir disso, a maioria dos atletas utilizam. Para os dois, a força está na palavra ““Kiricocho, Kiricocho”.

Filipe Luís admite não acreditar tanto na maldição, no entanto, utiliza da mesma forma, visto que tem funcionado durante as partidas do Flamengo. O lateral, inclusive, revela que quando erra um passe, já grita a palavra, para o adversário não aparecer na cara do gol de Diego Alves. Renê, por sua vez, comentou que sempre grita do banco de reservas para ajudar o time.

 

Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!

Cabe destacar que, apesar de Filipe Luís e Renê utilizarem desta artimanha, o Flamengo já foi alvo desta superstição. Na época, Gabigol foi o personagem na história. Isso porque, o atacante rubro-negro foi cobrar um pênalti contra o Vélez Sarsfield, pela fase de grupos da Libertadores 2021, e o goleiro Hoyos tentou utilizar ‘Kiricocho’ contra o camisa 9, no entanto, não surtiu efeito, visto que a penalidade foi convertida.

A HISTÓRIA DE ‘KIRICOCHO’

A lenda surgiu nos anos 80. Na ocasião, Kiricocho se tratava de um torcedor ‘azarado’ do Estudiantes de La Plata. Para os argentinos, sempre que ele estava na arquibancada, o time acabava perdendo. A má fama ganhou tanta proporção que o técnico Carlos Bilardo passou a levar Kiricocho junto à delegação, para que ele cumprimentasse os adversários.

Coincidentemente ou não, o Estudiantes acabou campeão argentino em 1982. Sendo assim, a lenda segue até os dias atuais. Difundida pelos argentinos, a superstição acredita que é possível atrair azar para o adversário quando se grita ‘Kiricocho’.000000000000000000000

 

 

Coluna do Fla

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Continue lendo

Noticias

Árbitro marcado por erro em Flamengo x Vasco morre aos 45 anos

Publicado

em

E VTHatXEAMf81d

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) confirmou a morte do árbitro Rodrigo Castanheira, nesta segunda-feira, vítima de câncer.

Ele ficou nacionalmente conhecido em 2014, durante um Vasco Flamengo pelo Campeonato Carioca , em que não assinalou um gol de falta marcado por Douglas, favorável ao Vasco.

 

Rodrigo era o assistente adicional responsável por avaliar o lance diretamente da linha de fundo. O Flamengo acabou vencendo o jogo por 2 a 1 e o árbitro recebeu ameaças pelo erro. Ele voltou a compor as equipes de arbitragem após receber apoio da Ferj e tratamento psicológico.

“A FERJ lamenta esta perda em seu quadro de arbitragem e se solidariza com parentes e familiares do árbitro”, disse o comunicado da federação.

Rodrigo também era professor de educação física do Estado do Rio. Ele fez parte da Comissão de Arbitragem de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Coaf-RJ) entre 3003 e 2017.

Imagem: Reprodução de vídeo

Fonte: Uol

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Continue lendo




WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com