Covid faz Fifa congelar plano de aumentar premiação do Mundial de Clubes
Siga nas redes sociais

Noticias

Covid faz Fifa congelar plano de aumentar premiação do Mundial de Clubes

Publicado

em

imagem 2020 11 21 141738

A crise financeira gerada pela Covid-19, que diminuiu receitas de campeonatos com adiamentos de datas e limitações para venda de ingressos e lugares em áreas VIPs dos estádios, deve fazer a Fifa cancelar plano que tinha para aumentar a premiação do Mundial de Clubes-2020 .

A edição de 2020, no Qatar, foi adiada de dezembro para fevereiro de 2021 (1º a 11) e neste momento a bonificação, que há anos é considerada baixa pelos clubes participantes, deve ser mantida. A entidade avaliava aumentar os valores para todos os participantes, do campeão ao sétimo colocado.

Em 2019, o Liverpool recebeu US$ 5 milhões (R$ 26,7 milhões em cotação atual) pelo título do torneio também disputado no Qatar. O vice Flamengo levou US$ 4 milhões (R$ 21 mi hoje, mas cerca de R$ 16,8 milhões em dezembro do ano passado).

São quantias bem abaixo do que pagam os campeonatos continentais. Os ingleses, por exemplo, levaram R$ 228 milhões no total por seu título europeu da temporada 2018/2019 e os brasileiros R$ 80 milhões na Libertadores.

 
 

A Fifa, entretanto, não tinha planos de aumentar proporcionalmente muito a premiação ao campeão e ao vice, mas sim dar mais dinheiro a times que se classificam em posições abaixo e que também reclamam de viajar, muitas vezes em meio à temporada, para receber quantias consideradas baixíssimas.

A ideia era que o campeão recebesse US$ 6 milhões (R$ 32 milhões), ou seja, US$ 1 mi a mais, ou 20%, do que em 2019. O vice teria US$ 5 milhões e não US$ 4 mi. O aumento mais considerável seria do quinto ao sétimo, que receberiam os três US$ 2,5 milhões (R$ 13,3 milhões). Hoje o sétimo colocado ganha US$ 500 mil (R$ 2,6 milhões), o sexto US$ 1 milhão (R$ 5,3 milhões) e o quinto US$ 1,5 milhão (R$ 8 milhões), o que já gerou muita reclamação.

Uma ideia de também bonificar o campeão com mais US$ 4 milhões, que seriam pagos por meio do que a Fifa recebe de direitos de transmissão, e que deixaria um pouco mais atrativa a premiação, deve ser engavetada.

Apesar de o torneio começar em pouco mais de dois meses, tudo isso ainda será conversado. Mas seria surpresa se a Fifa decidisse pelo aumento já que a receita que projetava para o torneio, de mais de US$ 23 milhões, deve ser reduzida com a incerta venda de ingresso e de pacotes de hospitalidade (áreas VIP, como camarotes). A direção da Fifa sabe que longos deslocamentos de milhares de pessoas, como fizeram os flamenguistas em 2019 por exemplo, será bem improvável por causa da pandemia.

A Fifa decidiu na semana passada as datas do Mundial, de 1º a 11 de fevereiro, adiando de dezembro já que a maioria dos torneios continentais ainda está em andamento.

O representante da África será decidido nesta sexta (27), em final única entre os egípcios Zamalek e Al-Ahly. Ásia e Concacaf (Américas do Norte, Central e Caribe) terão campeões em dezembro e a Libertadores só em 30 de janeiro, ou seja, dois dias antes do início do Mundial — o Sul-Americano estreia somente na semifinal, em 7 de fevereiro.

Bayern de Munique , campeão europeu, o Al-Duhail, do Qatar, representante do país-sede, e o Auckland City, da Nova Zelândia, são os três dos sete times já confirmados. Como a Oceania cancelou sua Liga dos Campeões nas quartas de final e não terá um campeão, a confederação precisou fazer uma indicação e optou pelo Auckland que tinha a melhor campanha até a paralisação.

Seis times brasileiros ainda estão na Libertadores e podem chegar ao Qatar em fevereiro: Athletico, Grêmio , Flamengo, Inter, Palmeiras e Santos.

Imagem: GettyImages

Fonte: Uol

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Noticias

Análise: Everton Ribeiro e Pedro aproveitam jogo ‘decidido’ e são destaques em vitória do Flamengo

Publicado

em

E YEc09WYAI2U6d

Não foi aquele Flamengo envolvente dos últimos jogos. Mas, em se tratando de um jogo com muitos reservas e no qual a classificação já estava garantida, o 2 a 0 sobre o Grêmio, no Maracanã, teve destaques positivos para o rubro-negro.

Torcida: Volta do público vira jogo de gato e rato no Maracanã

Thiago Maia e Andreas Pereira funcionaram bem como os dois primeiros do meio-campo. Foram dedicados na marcação e deram muita qualidade à saída de bola. Confirmaram ser opções que podem ser usadas (em dupla ou separadamente) com confiança para não sobrecarregar Willian Arão e Diego.

Polêmica: CBF tenta derrubar liminar do Flamengo e marca reunião sobre adiamento de rodada

Na direita, Matheuzinho fez mais uma boa partida tanto defensivamente quanto na frente. Com os dois gols, Pedro mostrou que a confiança está devidamente recuperada.

Ninguém, no entanto, se destacou tanto quanto Everton Ribeiro. Em alta também na seleção, o jogador comandou as principais jogadas do time rubro-negro. No melhor estilo maestro, honrou o nome de Zizinho que carregou nas costas (em homenagem ao centenário do ex-jogador). Encontrou espaços e esbanjou visão de jogo.

Entre os destaques negativos, estão principalmente Renê, que sentiu a falta de ritmo em seu retorno (não jogava desde julho), e Vitinho. O atacante não funncionou jogando tão centralizado. Ou seja: uma noite ruim que deve ser compartilhada com Renato Gaúcho.

Por fim, Gabigo também deixou a desejar. Mais pelo lado emocional. Deixou ser levado pela temperatura da partida e ficou irritado demais.

Neste sentido, é importante registrar a péssima atuação da arbitragem. Rodolpho Toski relevou demais as discussões e, quando se deu conta, perdeu o controle da partida. Isso sem contar os erros de marcações, como um pênalti de Kannemann em Gabigol que nem o VAR identificou.

Fonte: O Globo

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Continue lendo

Noticias

Filipe Luís e Renê revelam superstição para adversários perderem gols contra o Flamengo

Publicado

em

https colunadofla.com wp content uploads 2021 09 filipe luis rene trofeu

O Flamengo vem utilizando cada vez mais a FlaTV, canal oficial no YouTube, como forma de interação do clube com os torcedores. Desta vez, a programação incluiu uma resenha entre Filipe Luís e Renê, que ficaram jogando video-game e aproveitaram para falar sobre superstições durante os jogos do Mais Querido.

Os laterais rubro-negros revelaram uma superstição para os adversários perderem gols contra o Flamengo. Renê abriu o jogo e contou que Filipe Luís foi quem introduziu essa ‘artimanha’ no elenco e, a partir disso, a maioria dos atletas utilizam. Para os dois, a força está na palavra ““Kiricocho, Kiricocho”.

Filipe Luís admite não acreditar tanto na maldição, no entanto, utiliza da mesma forma, visto que tem funcionado durante as partidas do Flamengo. O lateral, inclusive, revela que quando erra um passe, já grita a palavra, para o adversário não aparecer na cara do gol de Diego Alves. Renê, por sua vez, comentou que sempre grita do banco de reservas para ajudar o time.

 

Aproveite a boa fase do Flamengo para lucrar!

Cabe destacar que, apesar de Filipe Luís e Renê utilizarem desta artimanha, o Flamengo já foi alvo desta superstição. Na época, Gabigol foi o personagem na história. Isso porque, o atacante rubro-negro foi cobrar um pênalti contra o Vélez Sarsfield, pela fase de grupos da Libertadores 2021, e o goleiro Hoyos tentou utilizar ‘Kiricocho’ contra o camisa 9, no entanto, não surtiu efeito, visto que a penalidade foi convertida.

A HISTÓRIA DE ‘KIRICOCHO’

A lenda surgiu nos anos 80. Na ocasião, Kiricocho se tratava de um torcedor ‘azarado’ do Estudiantes de La Plata. Para os argentinos, sempre que ele estava na arquibancada, o time acabava perdendo. A má fama ganhou tanta proporção que o técnico Carlos Bilardo passou a levar Kiricocho junto à delegação, para que ele cumprimentasse os adversários.

Coincidentemente ou não, o Estudiantes acabou campeão argentino em 1982. Sendo assim, a lenda segue até os dias atuais. Difundida pelos argentinos, a superstição acredita que é possível atrair azar para o adversário quando se grita ‘Kiricocho’.000000000000000000000

 

 

Coluna do Fla

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Continue lendo

Noticias

Árbitro marcado por erro em Flamengo x Vasco morre aos 45 anos

Publicado

em

E VTHatXEAMf81d

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) confirmou a morte do árbitro Rodrigo Castanheira, nesta segunda-feira, vítima de câncer.

Ele ficou nacionalmente conhecido em 2014, durante um Vasco Flamengo pelo Campeonato Carioca , em que não assinalou um gol de falta marcado por Douglas, favorável ao Vasco.

 

Rodrigo era o assistente adicional responsável por avaliar o lance diretamente da linha de fundo. O Flamengo acabou vencendo o jogo por 2 a 1 e o árbitro recebeu ameaças pelo erro. Ele voltou a compor as equipes de arbitragem após receber apoio da Ferj e tratamento psicológico.

“A FERJ lamenta esta perda em seu quadro de arbitragem e se solidariza com parentes e familiares do árbitro”, disse o comunicado da federação.

Rodrigo também era professor de educação física do Estado do Rio. Ele fez parte da Comissão de Arbitragem de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Coaf-RJ) entre 3003 e 2017.

Imagem: Reprodução de vídeo

Fonte: Uol

Gostou da notícia?

Então, nos siga em todas nossas redes sociais como o Twitter, o Instagram e o Facebook. Assim, você poderá acompanhar todas as notícias sobre o nosso Mengão!

Continue lendo




WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com